quinta-feira, 11 de outubro de 2007

Estacionar é já ali... ao fundo!

Não sei se é da semana de cão que ando a ter ou se ando só mais implicante, a verdade é que só me apetece apontar defeitos a este pessoal. Como também ninguém vem ler estou à vontade. Cá vai mais um...
O que eu conheço dos portugueses diz-me que quando é na hora de estacionar, faz-se o mais perto possivel da porta ou do sitio onde vão. Bem me lembro na universidade, os primeiros a chegar deixavam os carros o mais em cima que conseguiam da porta. Aqui passa-se exactamente o contrário. Esta semana por dois dias me dei conta que a minha chefe chegou mais cedo. Nesses mesmos dois dias ela não estacionou o carro à esquina do edifício como de costume mas lá ao fuuuuuuuunnnnnndo! Porquê não sei! Porque estou a escrever sobre isto também não sei! Intrigou-me, pronto!

2 comentários:

Rui Vilela disse...

Alguns polacos são paranóicos com o seu carrinho... Ou deixam num lugar onde não sofra muitas "agressões" exteriores, ou metem-lhe um alarme, com algo perfeitamente indicador de que se trata de um alarme. E quanto mais sonoro o barulho de activação, melhor.

Lee disse...

Eles não são broncos, têm é um enorme espirito de solidariedade. Quem chega mais cedo, deixa o carro mais longe porque tem tempo de ir a pé até ao edificio, quem chega mais tarde, ja vem atrasado, entao não precisa de andar á procura de lugar, nem de ir a correr para o edificio.